Mulheres na Arte Contemporânea – A.I.R. Gallery (Nova York, Estados Unidos)

Realizado pela jornalista Isabel Waquil, o projeto Mulheres na Arte Contemporânea – A.I.R. Gallery foi desenvolvido na cidade de Nova York entre abril e julho de 2015 com o objetivo de investigar a primeira cooperativa de mulheres artistas dos Estados Unidos, a A.I.R. Gallery. A pesquisa, contemplada no Edital Conexão Cultura Brasil Intercâmbios 01/2014, foi um desdobramento do livro de entrevistas “A palavra está com elas: diálogos sobre a inserção da mulher nas artes visuais”, no qual foi debatido, entre diversos assuntos, a importância de instituições e iniciativas voltadas e compostas apenas para mulheres. Assim, Mulheres na Arte Contemporânea – A.I.R. Gallery, surgiu como forma de dar continuidade a este debate e de abastecer esta plataforma com os diálogos travados com artistas e gestoras estadunidenses.

Criada em 1972 por 20 mulheres que enfrentavam as barreiras sexistas do cenário artístico novaiorquino, a A.I.R. Gallery foi construída com o o objetivo de dar visibilidade ao trabalho de artistas que não encontravam espaço dentro do sistema das artes da cidade. Hoje, já com um legado histórico, a A.I.R. permanece sendo um espaço que apoia, exibe, fortalece e viabiliza trabalhos de mulheres artistas de diferentes gerações. A galeria é composta exclusivamente por artistas do sexo feminino e que se entendem como mulheres. Cada membro, de acordo com o tipo de associação com a galeria, paga uma cota e têm direito a expor individualmente no espaço uma vez a cada dois anos. As integrantes também participam de diversos comitês da instituição, como Comitê de Exposições, Comitê de Imprensa, Comitê de Bolsas, Comitê de atividades Externas, entre outros. Através deste sistema colaborativo e contando também com uma diversidade de fontes financeiras (editais, doações de instituições privadas, etc) agregadas às mensalidades, o espaço consegue, minimamente, se manter independente de obrigações exclusivamente comerciais. Além de espaço expositivo para as membros, A.I.R. também atua através de diferentes projetos abertos à comunidade, como palestras, seminários, visitas a ateliês, leituras de portfólios, Fellowship Program (programa de residência/formação para artistas emergentes), Bienal, Programa de Estágios, exposições com curadorias convidadas.

Durante a realização do projeto, foram entrevistadas 12 mulheres de diferentes gerações e com diferentes tipos de envolvimentos com a A.I.R.. Dentro deste escopo, há tanto artistas que participaram do grupo fundador da galeria em 1972, quanto membros recentes da cooperativa, passando por aquelas que fazem parte dos comitês de gestão do espaço. Foram entrevistadas, para o projeto, as artistas Judith Bernstein, Jane Swavely, Sara Mejia Kriendler, Susan Stainman, Maxine Heryson, Daria Dorosh, Jenn Dierdorf, Joan Snitzer, Melissa Murray,  Laura Petrovich-Cheney,  Susan Bee e Joanne McFarland. Ademais, para a realização da pesquisa e das pautas, foi realizada uma extensa pesquisa documental na Fales Library, dentro da Biblioteca Elmer Holmes Bobst da Universidade de Nova York (NYU).

+ sobre A.I.R. Gallery aqui

AIR Gallery

AIR Gallery

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s